PESQUISA PIONEIRA UTILIZA A NANOTECNOLOGIA PARA O TRATAMENTO DE MASTITE

0

A mastite é uma das doenças que mais causa prejuízos para o setor leiteiro. Em 2007, teve início o projeto que resultou no primeiro tratamento, com a utilização de nanotecnologia, em animal acometido por essa doença. O estudo teve apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG) e das redes de pesquisa NANOBIOMG e AGRONANO. O projeto foi desenvolvido pelas equipes dos pesquisadores Dr. Humberto de Mello Brandão, da Embrapa Gado de Leite e Dra. Vanessa Carla Furtado Mosqueira da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Os testes clínicos foram iniciados em dezembro de 2010 e a previsão é que tecnologia esteja disponível no mercado em 2015. No final de 2012, a pesquisa com nano-partículas de própolis proporcionou à equipe, o terceiro lugar no concurso internacional de trabalhos inovadores “Idea to Product”, criado pela Universidade do Texas. Nesse concurso estavam inscritos 200 projetos oriundos de todos os continentes. A reportagem Porteira Aberta para a Nanotecnologia publicada em fevereiro de 2013, na revista ABCZ, traz mais informações sobre esse estudo.

O pesquisador Dr. Humberto Brandão, prepara material com partículas de própolis para o tratamento de mastite.

Primeiro animal do mundo, acometido por mastite, tratado com o uso da nanotecnologia.

Compartilhar.

Sobre o autor

Deixar uma resposta